10/11/2020

Lista das 90 fronteiras abertas para o turista brasileiro!

Muitos países estão aceitando o desembarque direto de brasileiros em voos desde o Brasil, ou definiram a data de retomada. Conheça agora essa lista!

 

Começamos respondendo o que todos querem saber:

– Estados Unidos e países da Europa (Espaço Schengen) mantêm suas fronteiras fechadas para brasileiros que voam diretamente do País (sem cumprir isolamento). Para viajar para estes destinos uma quarentena de 2 semanas, em um país com baixo índice do COVID-19, será exigido. No caso dos EUA a quarentena poderá ser no México e no caso da Europa poderá ser em Londres, ressaltando serem exemplos para o momento atual em 04/11/2020.

 

Vamos à lista das fronteias abertas (em ordem alfabética):

AFEGANISTÃO – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: Brasileiro precisa de visto.
Exigências: Uso de máscaras em locais públicos.

 

ALBÂNIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: Brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Uso de máscaras em locais públicos.

 

ANDORRA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: Brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Quarentena obrigatória de 15 dias.

 

ANGOLA – Fronteira aberta para brasileiros
Visto: Brasileiro PRECISA de visto
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico impresso com um resultado negativo do teste RT-PCR emitido no máximo 72 horas antes da partida. O certificado deve ser em inglês ou português. Os passageiros estão sujeitos à quarentena por 14 dias.

 

ANTÍGUA e BARBUDA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: Brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Uso de máscara obrigatório em todos os locais públicos, bem como apresentar teste PCR negativo para coronavírus, emitido até 48 horas antes da chegada. Quem não fizer isso terá de pagar um teste por lá ou concordar com a quarentena em hotel por 14 dias.

 

ARGENTINA – Fronteira reaberta pelo aeroporto internacional.
Visto: Brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Teste RT-PCR emitido no máximo 72 horas antes da partida e seguro saúde internacional.

 

ARMÊNIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Quarentena de 14 dias ou apresentar teste negativo para Covid-19.

 

ARUBA – O país caribenho abre para brasileiros a partir de 1º de dezembro
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: a consultar.

 

BAHAMAS – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Passageiros que chegam às Bahamas estão sujeitos a quarentena em um hotel por 14 dias e estão sujeitos ao teste de antígeno Coronavirus (COVID-19). Devem apresentar um pedido aprovado de “Visto de Saúde das Bahamas” no check-in e na chegada obtido em www.travel.gov.bs antes da partida. Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste RT-PCR coronavírus negativo (COVID-19). O teste deve ter sido feito no máximo 5 dias antes da partida.

 

BAHRAIN – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto (e-visa).
Exigências: Os passageiros estão sujeitos ao teste coronavírus (COVID-19) às suas próprias custas e auto-isolamento até que os resultados dos testes estejam prontos.

 

BARBADOS – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Passageiros provenientes de países com alto número de casos deverão apresentar teste PCR negativo para Covid-19 dentro de 72 horas antes da partida ao país. Quem não tiver feito antes será obrigado a fazê-lo assim que chegar, permanecendo de quarentena no hotel até o resultado sair.

 

BELARUS (Bielorussia) – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Um questionário de conscientização preenchido deve ser apresentado na chegada. Os passageiros estão sujeitos à quarentena por 14 dias. Apresentar um teste PCR negativo para Covid-19 emitido em até 48h antes da chegada é “recomendável”, mas não obrigatório.

 

BELIZE – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto Belize.
Exigências: Baixar o aplicativo Belize Health Travel App e gerar um QR Code para apresentar na chegada. Teste PCR negativo para Covid-19 feito até 72h antes da data da viagem. Somente são aceitas reservas em hotéis pré-selecionados.

 

BENIN – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro PRECISA de visto.
Exigências: Os passageiros estão sujeitos ao teste DE PCR Coronavirus (COVID-19) na chegada, às suas próprias custas. Um formulário de inscrição on-line deve ser preenchido em http://centresurveillancesanitaire.com antes da partida. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

BERMUDAS – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Apresentar teste PCR negativo para Covid-19 feito até 5 dias antes da partida. Os visitantes também precisarão preencher um formulário de autorização de viagem e pagar US$ 75 de taxa, sujeitos a checagem de temperatura no aeroporto e quarentena. Os visitantes serão testados durante o período que estiverem na ilha e serão solicitados a medir a temperatura e reportá-la online duas vezes por dia.

 

BIELORRÚSIA (BELARUS) – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Um questionário de conscientização preenchido deve ser apresentado na chegada. Os passageiros estão sujeitos à quarentena por 14 dias. Apresentar um teste PCR negativo para Covid-19 emitido em até 48h antes da chegada é “recomendável”, mas não obrigatório.

 

BOLÍVIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Teste PCR negativo para Covid-19 emitido em até 7 dias antes da chegada, endossado pela representação consular boliviana.

 

BÓSNIA e HERZEGOVINA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Teste PCR negativo para Covid-19 emitido em até 48h antes da chegada.

 

BUTÃO – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro PRECISA de visto.
Exigências: Os passageiros estão sujeitos a triagem médica e quarentena por 21 dias. Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste RT-PCR coronavírus negativo (COVID-19). O teste deve ter sido feito no máximo 72 horas antes da partida. Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

BURKINA FASO – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro PRECISA de visto.
Exigências: Passageiros e tripulantes da companhia aérea devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 5 dias antes da chegada. Passageiros e tripulantes de companhias aéreas sem atestado médico com um resultado negativo do teste pcr Coronavirus (COVID-19) estão sujeitos a triagem médica às suas próprias custas. Necessário Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

CAMARÕES, ILHAS (Camarões) – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro PRECISA de visto.
Exigências: Teste PCR negativo para Covid-19 obtido até 72 horas antes da chegada ao país, em francês. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

CAMBOJA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro PRECISA de visto.
Exigências: Teste PCR negativo para Covid-19 obtido até 72 horas antes do embarque e seguro saúde de pelo menos US$ 50.000. Depósito de US$ 2.000 caso seja necessário tratamento médico e outras taxas extras. Caso alguém no voo esteja contaminado, os demais passageiros serão obrigados a ficar de quarentena por 14 dias. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

CHADE – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro PRECISA de visto.
Exigências: O viajante precisa entregar o passaporte na chegada, fazer quarentena de 7 dias e refazer um teste de coronavírus no sétimo dia. O passaporte será devolvido quando o viajante comprovar que fez o teste do coronavírus no sétimo dia. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

COLÔMBIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Será necessário que o passageiro apresente um teste PCR negativo para Covid-19 feito até 96 horas antes do embarque. Além disso, será necessário um cadastro no site www.migracioncolombia.gov.co feito de 24 horas até 1 hora antes da viagem. Necessita Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional

 

CONGO (BRAZZAVILLE) – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro PRECISA de visto.
Exigências: Passageiros sem atestado médico com resultado negativo do teste Coronavirus (COVID-19) estão sujeitos a um teste na chegada e quarentena às suas próprias custas. Necessário Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

CONGO (KINSHASA) – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo. O teste deve ter sido feito no máximo 7 dias antes da chegada. Necessário Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional.

 

COREIA DO SUL – Fronteira aberta para brasileiros, porém, com necessidade temporária de visto de entrada.
Exigências: Os passageiros estão sujeitos à quarentena por 14 dias e a um teste pcr para Coronavirus (COVID-19) dentro de 3 dias após a chegada.
Isso não se aplica aos passageiros com um Certificado de Isenção de Isolamento emitido por uma Embaixada ou Consulado coreano antes da partida. Eles devem ser testados no Coronavirus (COVID-19) na chegada e permanecer em instalações de quarentena designadas por 1 ou 2 dias até que um resultado negativo do teste seja obtido. Os voos devem chegar ao Aeroporto Internacional de Incheon (ICN) entre 5:00 e 20:00. Um Formulário de Declaração de Saúde preenchido e um Formulário especial de Declaração de Quarentena devem ser apresentados ao balcão de quarentena no momento da chegada.

 

COSTA DO MARFIM – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro PRECISA de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste coronavírus negativo (COVID-19). O teste deve ter sido feito no máximo 7 dias antes da chegada a partir da data da coleta da amostra. Um “Formulário de Declaração de Saúde” preenchido deve ser apresentado antes da partida em https://deplacement-aerien.gouv.ci
Necessário Certificado de Vacina de Febre Amarela Internacional. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

COSTA RICA – No momento com abertura limitada de fronteiras aéreas e marítimas (na América do Sul, por exemplo, apenas uruguaios podem entrar no país, e no Caribe apenas os jamaicanos), a Costa Rica vai abrir para todos os países a partir de 1º de novembro.
Visto: brasileiro não precisa de visto.

 

CROÁCIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Os passageiros podem estar sujeitos a triagem médica e auto-isolamento por 14 dias.
Uma lista de isenções de isolamento próprio pode ser encontrada em https://www.koronavirus.hr/recommendations-and-instructions-for-crossing-the-state-border/736. Os passageiros que viajam como turista devem ter a confirmação da reserva de acomodação. Os passageiros que viajam a negócios devem ter uma carta convite para uma reunião de negócios de uma empresa na Croácia. Um “Enter Croatia Form” completo deve ser apresentado no momento da chegada. O formulário pode ser enviado on-line antes da partida em https://entercroatia.mup.hr.

 

CUBA – Fronteira parcialmente aberta para brasileiros (apenas algumas cidades estão abertas).
Visto: brasileiro PRECISA de visto (Tarjeta).
Exigências: Viajantes assintomáticos não precisam fazer quarentena. Testes para a detecção de Covid-19 são oferecidos sem custos na chegada ao aeroporto. Uma Declaração de Saúde completa.

 

DOMINICA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Passageiros e tripulantes da companhia aérea que chegam a Dominica: – devem apresentar uma autorização de viagem obtida antes da partida em http://domcovid19.dominica.gov.dm/ ; e – deve ter um atestado médico com um resultado de teste pcr coronavírus negativo (COVID-19) emitido no máximo 72 horas antes da chegada; e – estão sujeitos à triagem médica e quarentena.

 

DUBAI (Emirados Árabes Unidos) – Fronteira aberta para brasileiros
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Os passageiros que viajam como turistas que chegam a Dubai (DXB) devem ter seguro de saúde. Os passageiros que chegam a Dubai (DXB): – estão sujeitos à triagem médica, e – devem apresentar um formulário de saúde de autodeclaração preenchido, e – devem baixar e registrar o COVID-19 DXB Smart App. Qualquer um que testar positivo para o coronavírus terá de ser isolado em uma instalação por 14 dias às suas próprias custas. Os visitantes estão sujeitos a um novo teste na chegada. Também é necessário apresentar seguro de saúde.

 

EGITO – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro necessita de visto. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.
Exigências: Apresentar teste PCR negativo para Covid-19 emitido com 72h de antecedência, além do preenchimento do “Cartão de Saúde Pública” na chegada.

 

EL SALVADOR – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico impresso com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo. O resultado do teste deve ter sido emitido no máximo 72 horas antes da partida do primeiro ponto de embarque. Necessário da Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional.

 

EQUADOR – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Teste PCR negativo para Covid-19 e quarentena. Uma “Declaração de salud del viajero” concluída deve ser apresentada na chegada. Provável quarentena.

 

ESLOVÊNIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro isento de visto até 90 dias.
Exigências: Passageiros sem atestado médico com resultado negativo do teste Coronavirus (COVID-19) emitidos no máximo 48 horas antes da chegada podem ficar sujeitos à quarentena por 10 dias; detalhes podem ser encontrados em https://www.gov.si/en/topics/coronavirus-disease-covid-19/border-crossing/

 

ETIÓPIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro necessita de visto.
Cidadãos brasileiros com passaporte normal viajando como turistas podem obter um visto na chegada a Adis Abeba (ADD).
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo. O teste deve ter sido feito no máximo 120 horas (5 dias) antes da chegada. Isso não se aplica a passageiros menores de 12 anos. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

GABÃO – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 5 dias antes da partida do primeiro ponto de embarque.
Os passageiros estão sujeitos ao isolamento por 14 dias.
Os e-visas podem ser obtidos antes da partida em https://evisa.dgdi.ga. Os passageiros devem ter uma confirmação impressa do visto eletrônico.

 

GAMBIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste coronavírus negativo (COVID-19) emitido no máximo 72 horas antes da partida.
Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional.

 

GANA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro necessita de visto. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 72 horas antes da partida do primeiro ponto de embarque.
Os passageiros estão sujeitos ao teste DE PCR Coronavirus (COVID-19) na chegada às suas próprias custas. Eles devem ter uma confirmação de pagamento feita no seguinte site: https://myfrontierhealthcare.com/Home/Ghana
Os passageiros devem preencher um Formulário de Declaração de Saúde Portuária em https://www.ghs-hdf.org/hdf/ antes da partida.

 

GRÉCIA – Fronteira prevista reabrir a partir do dia NOV/2020.

 

GRENADA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Os passageiros que chegam a Granada: – devem apresentar um Formulário de Declaração de Saúde preenchido on-line antes da partida em https://covid19.gov.gd/ ; e estão sujeitos à triagem médica na chegada; e poderia estar sujeito a quarentena; detalhes podem ser encontrados em https://covid19.gov.gd. Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 7 dias antes da chegada.

 

GUATEMALA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um PCR coronavírus negativo (COVID-19) ou resultado de teste de antígeno emitido no máximo 72 horas antes da partida. Os passageiros devem preencher um formulário de Passe de Saúde antes da partida em https://servicios.igm.gob.gt/pasedesalud/. Isso gerará um código QR que deve ser apresentado na chegada.

 

GUIANA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não necessita de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste coronavírus negativo (COVID-19).
Necessária Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional

 

GUIANA EQUATORIAL – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Os passageiros sem atestado médico com um resultado negativo do teste de PCR Coronavirus (COVID-19) emitido no máximo 48 horas antes da chegada estão sujeitos a um teste PCR na chegada às suas próprias custas. Necessária Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

GUINÉ – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro necessita de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 5 dias antes da partida do primeiro ponto de embarque. Os passageiros estão sujeitos a exames médicos na chegada. Necessário Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

GUINÉ BISSAU – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 72 horas antes da partida. Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

HAITI – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não necessita de visto.
Exigências: Os passageiros estão sujeitos a exames médicos. Um Formulário de Declaração de Saúde preenchido deve ser apresentado à imigração no momento da chegada.

 

HONDURAS – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não necessita de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um PCR Coronavirus negativo (COVID-19) ou resultado de teste rápido emitido no máximo 72 horas antes da chegada. Uma “pré-verificação de imigração” completa deve ser apresentada no momento da chegada. O formulário pode ser enviado on-line antes da partida em https://prechequeo.inm.gob.hn .
Necessário Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional.

 

IRLANDA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Os passageiros estão sujeitos ao isolamento por 14 dias. Uma lista de isenções de quarentena pode ser encontrada em https://www.dfa.ie/travel. Os passageiros com 16 anos ou mais devem preencher um Formulário localizador de passageiros COVID-19 em https://cvd19plf-prod1.powerappsportals.com/en-us/ antes da chegada.

 

IRÃ – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um coronavírus (COVID-19) Teste molecular emitido no máximo 96 horas antes da chegada. O certificado deve ser em inglês ou aprovado por um consulado iraniano. Os passageiros com atestado médico emitido mais de 96 horas antes da chegada estão sujeitos à triagem médica, teste de PCR Coronavirus (COVID-19) e quarentena, às suas próprias custas. Os passageiros estão sujeitos a triagem médica e quarentena. Os passageiros podem estar sujeitos ao teste DE PCR Coronavirus (COVID-19). Um Formulário de Autodeclaração preenchido deve ser apresentado ao portador antes da chegada. O formulário pode ser obtido em https://www.cao.ir/web/aeronautical-operations-monitoring/maunual
A admissão será recusada a mulheres que não usavam capa islâmica, cachecol, mangas compridas ou meias. O serviço de visto na chegada está suspenso e deve ser obtido antes da viagem no site do governo.

 

IRAQUE – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Os passageiros estão sujeitos a triagem médica e quarentena.
Necessário Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional.

 

JAMAICA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de /autorização antes do embarque.
Exigências: Os passageiros que não residem na Jamaica devem ter uma autorização de viagem obtida antes da partida em https://www.visitjamaica.com. Os residentes no Brasil devem ter atestado médico com resultado negativo do teste de Coronavirus (COVID-19) ou antígeno. O teste deve ter sido feito no máximo 10 dias antes da partida. Isso não se aplica a passageiros menores de 12 anos. Os passageiros estão sujeitos a exames médicos. Passageiros podem estar sujeitos a quarentena.

 

JORDÂNIA – Reaberto para vôos internacionais.
Visto: brasileiro precisa de visto (Consulado no Brasil não está emitindo visto. Passageiro deverá obter o visto na entrada do país).
Exigências: Os passageiros devem apresentar um código QR que pode ser obtido preenchendo um formulário de declaração em https://www.visitjordan.gov.jo/antes da partida. Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 120 horas antes da partida. Os passageiros estão sujeitos ao teste DE PCR Coronavirus (COVID-19) e ao auto-isolamento por 7 ou 14 dias. Os passageiros devem ter um plano de saúde válido durante todo o período de permanência pretendida. Os passageiros devem instalar o ‘Aplicativo AMAN’ em seu dispositivo pessoal. Necessário Vacina de Febre Amarela Internacional.

 

KOSOVO – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Teste negativo de Covid-19 (recomendação). Os passageiros estão sujeitos a exames médicos embora seja recomendável apresentar um teste negativo para Covid-19 emitido até quatro dias antes da chegada. O Aeroporto Internacional de Pristina solicita aos passageiros que estejam acompanhados de apenas uma pessoa para evitar aglomerações.

 

LESOTO – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto (eletrônico).
Exigências: Os passageiros serão testados para COVID-19 e colocados em quarentena por 14 dias. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

LÍBANO – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto (retira na entrada do país).
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 96 horas antes da chegada. O certificado deve ser em árabe ou inglês e ser emitido por um laboratório aprovado. Passageiros podem estar sujeitos a quarentena. Um formulário de declaração de saúde deve ser preenchido on-line em https://arcg.is/0GaDnG. Os passageiros com passaporte contendo qualquer visto ou carimbo israelense serão recusados a entrar.

 

LIBERIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Os passageiros estão sujeitos a triagem médica e quarentena.
Isso não se aplica aos passageiros com atestado médico com um resultado de teste coronavírus negativo (COVID-19). Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

MACEDÔNIA do NORTE – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Uso obrigatório de máscaras em espaços fechados.

 

MALAWI – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto (e-visas).
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste coronavírus negativo (COVID-19) emitido no máximo 10 dias antes da chegada. Os passageiros estão sujeitos a triagem médica e auto-quarentena por 14 dias. Um “Formulário de Vigilância de Viagem” completo deve ser apresentado na chegada. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

MALDIVAS – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavírus (COVID-19) negativo. O teste deve ter sido feito no máximo 96 horas antes da partida do primeiro voo. Os passageiros que transitaram por mais de 24 horas devem repetir o teste. O certificado deve ter o nome do passageiro como no passaporte, nome e endereço do laboratório de testes. Os passageiros podem estar sujeitos a triagem médica e quarentena por 14 dias. Mais detalhes podem ser encontrados em: https://covid19.health.gov.mv/wp-content/uploads/2020/07/Travel-related-home-quarantine-procedure-ENGLISH-version-18.07.2020.pdf. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

MALI – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 3 dias antes da chegada.

 

MARROCOS – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Isso não se aplica a passageiros que estão isentos de visto se tiverem uma confirmação de reserva de hotel ou um convite de uma empresa marroquina. Os passageiros devem preencher um “Formulário de Passageiros de Saúde Pública” antes da partida em www.onda.ma/form/php . O formulário deve ser impresso e apresentado na chegada.
Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 72 horas antes da partida do primeiro ponto de embarque. O certificado deve ser em árabe, francês ou inglês.

 

MAURITANIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto (na chegada).
Exigências: Apresentar teste PCR negativo de Covid-19 emitido em até 72 horas antes da chegada.

 

MÉXICO – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Uso de máscaras em locais públicos. Um “Cuestionario de indentificacion de factores de riesgo en viajeros” deve ser apresentado à imigração no momento da chegada. O formulário pode ser encontrado em https://afac.hostingerapp.com.

 

MICRONESIA – Fronteira aberta para brasileiro.
Visto – brasileiro isento de visto até 30 dias.
Exigências: Os passageiros não podem entrar via Pohnpei (PNI).
Os visitantes devem ter bilhetes de ida e volta. Os passageiros que viajam para o estado de Pohnpei devem ter um atestado médico e devem ficar em quarentena por 14 dia (66) MYANMAR. Fronteira prevista reabrir a partir do dia NOV/2020.

 

NAMÍBIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro isento de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 7 dias antes da chegada. Um questionário epidemiológico preenchido obtido em www.namibiatourism.com.na deve ser apresentado no momento da chegada. Os passageiros devem ter um seguro de viagem para cobrir os custos médicos. Os passageiros estão sujeitos a triagem médica e quarentena por 7 dias. Carteira de Vacina Febre Amarela Internacional obrigatória.

 

NICARÁGUA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro isento de visto.
Exigências: Os passageiros devem apresentar à companhia aérea e, ao chegar, um atestado médico com um resultado de teste coronavírus negativo (COVID-19). O teste deve ter sido feito no máximo 72 horas antes da chegada. Todos os visitantes são obrigados a obter um Cartão de Turista na chegada. Taxa: USD 10. Extensão possível. Taxa: USD 2.- por dia de estada.

 

NIGER – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro necessita de visto. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 72 horas antes da chegada. Passageiros sem atestado médico com um resultado negativo do teste de PCR Coronavirus (COVID-19) estão sujeitos a triagem médica às suas próprias custas. Os passageiros com uma carta (Visa Volant) podem obter um visto na chegada para uma estada máxima de 30 dias.

 

NIGÉRIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste coronavírus negativo (COVID-19) emitido no máximo 5 dias antes da partida. O certificado deve estar em inglês. Os passageiros estão sujeitos a triagem médica e auto-isolamento por 7 dias. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

PANAMÁ – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Passageiros sem atestado médico com um resultado de teste de PCR ou teste de antígeno negativo (COVID-19) emitidos no máximo 48 horas antes da chegada estão sujeitos ao teste coronavírus (COVID-19) às suas próprias custas. O certificado deve ser em espanhol ou inglês. Os visitantes são obrigados a realizar a comprovação de fundos suficientes de pelo menos USD 500.- por pessoa para cobrir sua estada (por exemplo, na forma de dinheiro (apenas USD), cheques de viagem, cartões de crédito principais).

 

PARAGUAI – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Os passageiros estão sujeitos a quarentena.
Os passageiros devem ter um seguro médico internacional com cobertura dos custos de tratamento coronavírus (COVID-19). Um formulário completo de “Informações sobre saúde do viajante” deve ser enviado em http://vigisalud.gov.py/webdgvs/page/#vista_viajeros.html no máximo 24 horas antes da partida. Uso de máscaras em locais públicos.

 

PERU – Brasil e Peru voltarão a se conectar por via aérea a partir de novembro. O governo do país andino autorizou, a partir do mês que vem, voos internacionais de até oito horas.
Visto: brasileiro não precisa de visto.

 

POLINÉSIA FRANCESA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Os passageiros devem preencher um “Aplicativo ETIS” em https://www.etis.pf/en. Um código QR deve ser apresentado na chegada.
Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste coronavírus negativo (COVID-19) emitido no máximo 3 dias antes da partida. Também será necessário ter seguro viagem que cubra despesas médicas. Os turistas estarão sujeitos a testagem aleatório quatro dias após a chegada.

 

QUÊNIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo. O teste deve ter sido feito dentro de 96 horas antes da chegada a partir da data da coleta da amostra. Os passageiros devem preencher o “Formulário de Vigilância em Saúde dos Viajantes” on-line em www.ears.health.go.ke/airline_registration. Os passageiros estão sujeitos a triagem médica e quarentena. Uma lista de isenções de quarentena pode ser encontrada em https://www.kcaa.or.ke/quarantine-exempted-states. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

REINO UNIDO – Fronteira aberta para brasileiro.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Os passageiros estão sujeitos ao isolamento por 14 dias. Uma lista de isenções de isolamento próprio pode ser encontrada em https://www.gov.uk/guidance/coronavirus-covid-19-travel-corridors#updates-to-the-travel-corridor-list. Um “Formulário localizador de passageiros de saúde pública” preenchido deve ser apresentado à imigração no momento da chegada. O formulário pode ser obtido antes da partida em https://www.gov.uk/provide-journey-contact-details-before-travel.

 

REPÚBLICA DOMINICANA – Fronteira aberta para brasileiros
Visto: brasileiro precisa de tarjeta na entrada no país.
Exigências: Um formulário de declaração de saúde preenchido deve ser apresentado no momento da chegada. Para mais informações, consulte o site https://www.godominicanrepublic.com/newsroom/coronavirus. Certificado de Vacina de Febre Amarela Internacional.

 

REPÚBLICA CENTRO-AFRICANA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste coronavírus negativo (COVID-19) emitido no máximo 7 dias antes da chegada. Os passageiros estão sujeitos a triagem médica e quarentena por 14 dias. Certificado de Vacina de Febre Amarela Internacional. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

RUANDA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 120 horas antes da partida. Outro teste PCR será feito na chegada e os passageiros devem ficar 24 horas em um hotel de trânsito designado para obter os resultados do teste. Os passageiros devem preencher um Formulário de Declaração de Saúde antes da partida em www.rbc.gov.rw/travel.

 

SAMOA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências = Os visitantes devem ter bilhetes de ida e volta.
Samoa (americana) emite uma permissão de entrada em vez de um visto.


SÃO TOMÉ e PRÍNCIPE – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavírus (COVID-19) negativo. O teste deve ter sido feito no máximo 72 horas antes da partida. Isso não se aplica a passageiros menores de 5 anos que estejam acompanhados de pais ou responsáveis legais.

 

SANTA LÚCIA – Fronteira aberta para brasileiros
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Os passageiros devem preencher o “Formulário de Registro de Viagem” pelo menos 7 dias antes da chegada ao https://www.stlucia.org/en/covid-19. Eles devem ter uma cópia impressa do e-mail de resposta automática recebido após o envio. Os passageiros devem ter um atestado médico impresso com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 7 dias antes da chegada. Os passageiros devem ter uma carta de autorização de viagem que sua estada no hotel foi verificada. Os passageiros podem estar sujeitos ao teste e quarentena do Coronavirus (COVID-19); detalhes podem ser encontrados em https://www.stlucia.org/en/covid-19. Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional, necessária.

 

SÃO VICENTE e GRANADINAS – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Os passageiros que entram em St. Vincent e granadinas devem ter um atestado médico com um resultado de teste RT-PCR negativo (COVID-19) emitido no máximo 5 dias antes da chegada. Isso não se aplica aos passageiros que chegam de Barbados. Eles devem ter estado em Barbados nos últimos 14 dias. Os passageiros que transitam por São Vicente e Granadinas devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 5 dias antes da chegada. Os passageiros podem estar sujeitos ao teste e quarentena do Coronavirus (COVID-19); detalhes podem ser encontrados em http://www.gov.vc/index.php/visitors/covid-19-protocols
Um “formulário de pré-chegada” completo deve ser apresentado na chegada. O formulário pode ser obtido em http://health.gov.vc/health.

 

SERRA LEOA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 7 dias antes da chegada. O certificado deve ser emitido por um laboratório aprovado. Os passageiros estão sujeitos a exames médicos e teste de PCR Coronavirus (COVID-19) na chegada. Os passageiros devem apresentar uma autorização de viagem obtida antes da partida em https://www.travel.gov.sl/.

 

SÉRVIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Uso de máscara é obrigatório em lugares públicos.

 

SUDÃO – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Passageiros de origem sudanesa estão sujeitos a triagem médica. Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 96 horas antes da chegada. O certificado deve ser em árabe ou inglês.
A admissão se recusou aos titulares de passaportes ou documentos de viagem contendo um visto, ou carimbo de entrada emitido por Israel.
Necessário Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

TANZÂNIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Os viajantes deverão preencher um formulário de vigilância sanitária ainda no avião. Brasileiros podem viajar para a Tanzânia, contanto que obtenham o visto para o país — um requerimento pré-Covid. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

TRINIDAD E TOBAGO = Fronteira prevista reabrir a partir do dia NOV/2020.

TOGO – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Um “Formulário de Viajante” deve ser preenchido on-line em https://voyage.gouv.tg. Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 5 dias antes da partida. Os passageiros estão sujeitos a triagem médica e auto-quarentena. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

TURKS e CAICOS – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto (eletrônico).
Exigências: Passageiros e tripulantes da companhia aérea devem ter uma autorização de viagem concluída pelo menos 24 horas antes da partida e apresentá-la à imigração. A autorização pode ser encontrada em http://turksandcaicostourism.com. Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavírus negativo (COVID-19) emitido no máximo 5 dias antes da partida. Os passageiros estão sujeitos a triagem médica e quarentena por 14 dias. Máscara obrigatória em lugares públicos. Visto eletrônico poderá ser adquirido com a Mundial Vistos.

 

TURQUIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Passageiros sujeitos a verificação de temperatura na chegada. Certificado de Vacina de Febre Amarela Internacional.

 

UCRÂNIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro não precisa de visto.
Exigências: Os passageiros que chegam do Brasil sem atestado médico com um resultado negativo do teste de PCR Coronavirus (COVID-19) emitido no máximo 48 horas antes da chegada estão sujeitos ao auto-isolamento.
Os passageiros devem ter um seguro para cobrir despesas médicas na Ucrânia. Os passageiros podem estar sujeitos ao auto-isolamento; detalhes podem ser encontrados em https://www.visitukraine.today/.
Os passageiros devem ter seguro para cobrir despesas médicas na Ucrânia.

 

UGANDA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 72 horas antes da partida do primeiro ponto de embarque. Passageiros que não apresentem o exame estarão sujeitos a arcar com um teste feito na chegada, ficando em quarentena até a liberação dos resultados. Os passageiros devem ter uma confirmação impressa do visto eletrônico. Visto eletrônico poderá ser adquirido com a Mundial Vistos.

 

ZÂMBIA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 14 dias antes da chegada. Um “Traveller Health Questionnaire” preenchido deve ser apresentado no momento da chegada. Os e-visas podem ser obtidos antes da partida em http://evisa.zambiaimmigration.gov.zm. Os passageiros devem ter uma confirmação impressa do visto eletrônico e estão sujeitos a exames médicos.

 

ZIMBÁBUE – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: brasileiro precisa de visto.
Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 48 horas antes da partida do primeiro ponto de embarque. Para solicitar o visto consulte a Mundial Vistos.

 

FONTE: http://mundialvistos.com.br/noticias/lista-das-90-fronteiras-abertas-para-o-turista-brasileiro/

Leia Também

30/11/2020
CHILE REABRE FRONTEIRAS E PASSA A EXIGIR SEGURO VIAGEM DE US$ 30 MIL
Seguro Viagem   O Chile reabriu suas fronteiras para turistas internacionais ontem (23/11). A partir de agora os brasileiros já podem visitar a belíssima Santiago,…
05/11/2020
ARGENTINA AUTORIZA ENTRADA DE BRASILEIROS E PASSA A EXIGIR SEGURO VIAGEM
Dicas, Seguro Viagem Um dos destinos mais procurados pelos brasileiros que viajam ao exterior está novamente de portas abertas para a gente, ou melhor, fronteiras abertas.…
08/10/2020
PESQUISA REVELA DESTINOS MAIS RESERVADOS PELOS BRASILEIROS ENTRE ABRIL E AGOSTO
Desde que a pandemia de COVID-19 começou, os brasileiros passaram a redescobrir destinos domésticos para aproveitarem os períodos de férias e folgas. Viagens pelo Brasil,…
29/09/2020
Brasil sofreu 1,6 bilhão de ataques cibernéticos no primeiro trimestre de 2020
Um estudo recente publicado pela empresa de segurança na rede Fortinet registrou mais de 9,7 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos na América Latina, sendo…
25/09/2020
AFFINITY ANUNCIA COBERTURA PARA COVID-19 REGULAMENTADA PELOS ÓRGÃOS OFICIAIS
24 DE SETEMBRO DE 2020 O desejo de todo viajante nos tempos atuais acaba de se tornar realidade através da Affinity Seguro Viagem. A empresa…
02/09/2020
BRASILEIROS SE SENTEM IGUALMENTE SEGUROS PARA VIAGENS NACIONAIS E INTERNACIONAIS, DIZ PESQUISA
A pandemia de coronavírus impactou de forma direta o turismo mundial. Depois de alguns meses praticamente estagnado, o setor começa a retomar suas forças e…